Jorge Dória

Ator Brasileiro

Biografia de Jorge Dória

Jorge Dória (1920-2013) foi um ator brasileiro, considerado um dos maiores artistas cômicos do país e mestre do improviso.

Jorge Dória (1920-2013), nome artístico de Jorge Pires Ferreira. Filho de um militar nasceu no dia 12 de dezembro de 1920, no Rio de Janeiro no bairro de São Francisco Xavier, em uma das ruas que dava “em um dos portões do Estádio do Maracanã”, como costumava dizer. Iniciou-se no teatro, em 1942, na companhia Eva e Seus Artistas da atriz Eva Todor. Em 1948 estreou no cinema no filme mãe.

Jorge Dória adotou o sobrenome em homenagem ao amigo Leone Dória Machado. Foi Leone que o levou a estrear no palco, depois de sugerir que escrevessem uma peça a quatro mãos, disso resultando “As Pernas da Herdeira” (1951), com direção de Ester Leão, apresentada na companhia da vedete Zaquia Jorge.

Em 1953 estreou na televisão na novela “Delícias da Vida Conjugal”, apresentada pela TV Tupi. O divisor de águas de sua carreira foi sua atuação na peça “Procura-se uma Rosa” (1962), de Vinícius de Moraes, Pedro Block e Gláucio Gil, dirigida por Léo Jusi. Chamado às pressas para substituir Jece Valadão, Dória impressionou Vinícius, que no fim da primeira noite do espetáculo lhe disse: “Muito obrigado. Nunca pensei que esse personagem fosse tão grande como é”.

No teatro, Jorge Dória colecionou sucessos, entre eles: “A Gaiola das Loucas” (1974), “O Senhor é Quem” (1980), “Amor Vagabundo” (ou Eternamente Nunca) (1982), “Escola de Mulheres” (1984), que lhe rendeu o “Prêmio Mambembe de Melhor Ator”, “A Morte do Caixeiro Viajante” (1986), “Os Prazeres da Vida” (1987) e “O Avarento” (1999).

Jorge Dória atuou em mais de vinte filmes, entre os quais “O Assalto ao Trem Pagador” (1962), “O Beijo” (1964), “Juventude e Ternura” (1964), “As Duas Faces da Moeda” (1969), “Ninguém Segura Essas Mulheres” (1976), “A Dama do Lotação” (1978), “Perdoa-me Por Me Traíres” (1980), “O Sequestro” (1981), “A Dama do Cine Shanghai” (1987) e “O Homem do Ano” (2003).

Na televisão, Jorge Dória consolidou sua carreira atuando na novela “E Nós, Aonde Vamos?”, na TV Rio. Na TV Globo, fez Lineu na primeira versão de “A Grande Família” (1972-1975). A partir de então, tornou-se presença constante das novelas, entre elas: “O Pulo do Gato” (1978), “O Todo Poderoso” (1979), “O Amor é Nosso” (1981), “Livre Para Voar” (1984), “Brega & Chique” (1987), “Que Rei Sou Eu?” (1989), “Tieta” (1989), “Meu Bem, Meu Mal” (1990), Vira-Lata” (1996), “Era Uma Vez” (1998), “Suave Veneno” (1990) e “Malhação” (2003). Atou ainda nos programas humorísticos: “Zorra Total” (1999-2005) e em “Os Normais”, em uma participação especial no episódio “Fazer as Pazes é Normal” (2003).

Jorge Dória faleceu no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, no dia 6 de novembro de 2013.

Veja também as biografias de:
  • Arthur Aguiar (1989) é ator, cantor, compositor e músico brasileiro. Interpre...
  • Pedro Cardoso (1961) é ator, autor e diretor brasileiro. É um dos talentos do...
  • Jardel Filho (1927-1983) foi ator brasileiro. Atuou em filmes, minisséries e...
  • Antônio Fagundes (1949) é um ator brasileiro de televisão, teatro e cinema. É...
  • Rodrigo Santoro (1975) é ator brasileiro reconhecido internacionalmente e con...
  • Murilo Benício (1972) é ator brasileiro. Atuou em vários filmes e novelas bra...
  • Oscarito (1906-1970) foi um ator brasileiro considerado um dos artistas mais...
  • Eduardo Moscovis (1968), nome artístico de Carlos Eduardo de Andrade, é um at...
  • Walmor Chagas (1930-2013) foi ator, diretor e produtor brasileiro. Fez import...
  • Gabriel Gracindo (1977) é um ator brasileiro. Filho do também ator Gracindo J...

Última atualização: 26/12/2016