Pedro Cardoso

Ator brasileiro

Biografia de Pedro Cardoso

Pedro Cardoso (1961) é ator, autor e diretor brasileiro. Ficou conhecido do grande público por interpretar Agostinho no programa “A Grande Família”. É casado com a atriz Graziella Moretto.

Pedro Cardoso Martins Moreira nasceu no Rio de Janeiro. Começou sua carreira criando espetáculos. O primeiro deles foi "Bar Doce Bar", em 1982. Como ator, atuou em peças infantis em grupos de teatro como Manhas e Manias e grupo Pessoal do Cabaré. Ganhou o Troféu Mambembe como ator revelação.

Com os atores Mauro Rasi, Vicente Pereira e Miguel Falabella, criou o chamado teatro de besteirol, baseado em situações cotidianas levadas ao palco, nos anos 80. Peças que fizeram sucesso o Rio de Janeiro: "A Porta", "1983", "C de Canastra", "1985", "A Besta", "1987", "Nada", "1988" e "A Macaca".

Em 1992, escreveu O Dono da Festa, 1992, depois da morte de Felipe Pinheiro. A peça escrita, um monólogo, foi reformulada com o nome, “O Autofalante”, com direção de Amir Haddad. Em 1992, foi chamado para atuar na série “Anos Rebeldes”, da Rede Globo, grande que sucesso e inspirou o impeachment do presidente Fernando Collor. Atuou em outras séries e novelas como, "Pátria Minha", "AEIOUrca", "Comédia da Vida Privada". Mas seu maior sucesso na televisão foi com a série “A Grande Família”, (2001) onde interpreta o malandro carioca Agostinho. O programa é exibido na Rede Globo por mais de 10 anos, sendo um dos poucos exemplos de humorísticos de longa duração na televisão.

Pedro Cardoso recebeu elogios da crítica pela sua atuação no cinema, só para destacar, os filmes “O que Isso Companheiro” (1997) e “A Grande Família - o Filme” (2001), foi indicado ao Prêmio Emmy Awards como Melhor Ator Internacional pela atuação nesse longa-metragem.

Biografias Relacionadas

Última atualização: 04/08/2012