Julio Cortázar

Escritor argentino

Biografia de Julio Cortázar

Julio Cortázar (1914-1984) foi um escritor argentino, considerado o mestre do Realismo Fantástico – corrente literária que uniu a realidade ao universo mágico.

Julio Cortázar nasceu em Bruxelas, Bélgica, no dia 26 de agosto de 1914. Filho de um funcionário da embaixada argentina na Bélgica, com o fim da Primeira Guerra Mundial, em 1918, mudou-se com seus pais para a Argentina, instalando-se no subúrbio de Banfield. Depois de completar seus estudos primários, ingressou no curso de magistério em Letras formando-se em 1935. Em 1938 publicou o livro de poemas “Presencia”, com o pseudônimo de “Julio Denis”.

Durante cinco anos, Cortázar lecionou em escolas rurais. Em 1944 foi nomeado professor da Universidad de Cujo, época em que participou ativamente das manifestações contra o peronismo.  Resolveu abandonar o cargo e voltar para Buenos Aires. Em seguida, trabalhou a Câmara Argentina do Livro, com tradutor. Em 1946 publicou seu primeiro conto, “La Casa Tomada”, no periódico literário “Anales de Buenos Aires”, por iniciativa do diretor Jorge Luis Borges. Em 1949 publicou o poema dramático “Los Reyes”. Em 1951 publicou “Bestiário” o primeiro de uma série de contos fantásticos. Neste mesmo ano, ganhou uma bolsa de estudos do governo francês e seguiu para Paris.

Descontente com a ditadura peronista que se instalou na Argentina, fixou residência definitiva na capital francesa, onde trabalhou durante vários anos como tradutor da UNESCO. Em 1953 casou-se com a tradutora argentina, Aurora Bernárdez. Em 1960 publicou sua primeira novela, “Los Premios”. Em 1963 publicou “Rayuelas” (O Jogo da Amarelinha), que se transformou em seu primeiro sucesso internacional. Durante a década de 60, Julio Cortázar se tornou uma das principais figuras do chamado “boom” da literatura hispano-americana. Seu nome foi colocado ao lado de Gabriel Garcia Marquez, Mario Vargas Llosa, Jorge Luis Borges, Ernesto Sábato, entre outros.

Em 1968, Julio Cortázar se integra à vida política, inicialmente como defensor da Revolução Cubana. Em 1973, com os golpes de Estado no Chile e no Uruguai. Em 1973, Julio Cortázar recebeu o “Prêmio Médicis”, por seu romance “Livro de Manuel”, do qual, os direitos autorais foram destinados à ajuda dos presos políticos na Argentina. Revelou-se também contra a repressão política que a partir de 1976 se abateu sobre a Argentina. Passou a integrar comissões, congressos e de diversos atos em apoio às vítimas e em defesa dos presos políticos. Foi um dos promotores e um dos mais ativos membros do Tribunal Bertrand Russell.

Em 1980, depois de vários anos recusando, Julio Cortázar aceitou o convite para dar um curso universitário de dois meses nos Estados Unidos. Realizou conversas literárias sobre tudo acerca de sua experiência como escritor e a gênese de suas obras, os contos fantásticos, o humor, o realismo e o lúdico na literatura. Nesse mesmo ano, publicou, “Aulas de Literatura – Berkeley, 1980”. Em 1981, foi duramente criticado por renegar a cidadania argentina e se tornar cidadão francês, depois de trinta anos de exílio em Paris.

Julio Cortázar faleceu em Paris, França, no dia 12 de fevereiro de 1984.

Veja também as biografias de:
  • Jorge Luís Borges (1899-1986) foi um poeta, escritor e crítico literário arge...
  • Che Guevara (1928-1967) foi um revolucionário e guerrilheiro argentino, um do...
  • Quino (1932) é um cartunista e humorista argentino, autor das famosas tiras d...
  • José de San Martín (1778-1850) foi um militar argentino, líder dos movimentos...
  • Lionel Messi (1987) é um jogador de futebol argentino, atacante do time catal...
  • Hector Babenco (1946-2016) foi um cineasta argentino e naturalizado brasileir...
  • Monteiro Lobato (1882-1948) foi escritor e editor brasileiro. "O Sítio do Pic...
  • Lima Barreto (1881-1922) foi um escritor e jornalista brasileiro. Produziu um...
  • Ariano Suassuna (1927 - 2014) foi um escritor brasileiro. O Auto da Compadeci...
  • Graciliano Ramos (1892-1953) foi um escritor brasileiro. O romance "Vidas Sec...

Última atualização: 16/01/2018