Luís Carlos Prestes

Político, militar e líder revolucionário

Biografia de Luís Carlos Prestes

Luís Carlos Prestes (1898-1990) foi um político, militar e líder revolucionário brasileiro. Comandou o Partido Comunista Brasileiro por mais de 50 anos.

Luís Carlos Prestes (1898-1900) nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no dia 3 de janeiro de 1898. Filho de Antônio Pereira Prestes e de Maria Leocádia Felizardo Prestes estudou no Colégio Militar e em seguida ingressou na Escola Militar do Realengo, no Rio e Janeiro, concluindo Engenharia em 1909. Prestou serviços como engenheiro ferroviário na Companhia Ferroviária de Deodoro.

Em 1922 foi transferido para o Rio Grande do Sul para servir no Batalhão Ferroviário em Santo Ângelo. Nessa época, se envolveu com o movimento político e militar da jovem oficialidade do Exército (tenentes e capitães) que movidos por um ideal e pelo descontentamento tentavam derrubar o governo de Artur Bernardes, mas foi duramente reprimido.

Em 1924, os militares de oposição voltaram a se organizar. No dia 5 de julho eclodiu em São Paulo uma revolta tenentista comandada pelo general Isidoro Dias Lopes. Os violentos combates geraram pânico e a fuga do governador Carlos de Campos. Após o governo estadual receber reforços federais, os revoltosos foram obrigados a se retirar para o interior. Em 1925, nas proximidades de Foz do Iguaçu, os rebeldes paulistas se juntaram com outra coluna revolucionária, que vinha do Rio Grande do Sul comandada por Luís Carlos Prestes e que também lutava contra as forças militares do governo federal. Desse encontro nasceu a “Coluna Prestes”.

A Coluna Prestes simbolizava o apogeu do movimento tenentista. Comandada pelo general Miguel Costa, tinha como chefe do estado-maior o capitão Luís Carlos Prestes. Combatendo as forças do governo, a Coluna Prestes marchou aproximadamente 25 mil quilômetros no território brasileiro. Seu objetivo era conscientizar a população brasileira e instiga-la contra as estruturas políticas vigentes.

Em 1927 Luís Carlos Preste e seus homens se refugiaram na Bolívia, cansados, sem munição e sem conseguir conscientizar as camadas populares do interior a respeito das oligarquias que as exploravam. Era o fim da Coluna Prestes. Exilado na Bolívia, conheceu Astrogildo Pereira, um dos fundadores do Partido Comunista do Brasil. Convertido à ideologia marxista, Prestes viajou para Moscou, chegando lá em 1931.

Na União Soviética, Prestes foi contratado como engenheiro responsável pela fiscalização de todas as obras de construção civil do país. Nas horas vagas, comparecia a reuniões do PC ou a conferências de dirigentes comunistas latino-americanos. Foi num desses encontros que conheceu Olga Benário, que fazia carreira dentro da Juventude Comunista Internacional.

Em 1935, já casado com Olga, depois de passar por vários países, retornou clandestinamente ao Brasil, com o objetivo de fomentar a revolução no país e derrubar o governo de Getúlio Vargas. Unido à Aliança Nacional Libertadora foi eleito seu presidente de honra. Após liderar o fracassado golpe conhecido como “Intentona Comunista”, Prestes foi preso e sua mulher, apesar de estar grávida, foi mandada de volta para a Alemanha. Sua filha, nascida em 27 de novembro de 1936 foi entregue a sua avó paterna. Olga morreu em um campo de concentração nazista em 1942.

Em 1945, com o processo de redemocratização do país, Prestes foi solto e ao candidatar-se ao Senado Federal pelo Partido Comunista Brasileiro, tornou-se o senador mais votado. Porém, o seu partido foi cassado, em 1947, e Prestes teve a prisão preventiva decretada, o que o obrigou a voltar à clandestinidade.

Em 1958, sua prisão preventiva foi revogada, mas com o golpe militar de 1964 passou a ser perseguido novamente. Em 1971, deixou o país e se exilou na União Soviética. Com a anistia de 1979, Prestes retornou ao Brasil e em 1980 rompeu com o Comitê Central do Partido Comunista Brasileiro e três meses depois foi destituído do cargo de secretário-geral da organização.

Luís Carlos Prestes faleceu no Rio de Janeiro, no dia 7 de março de 1990.

Veja também as biografias de:

Última atualização: 29/03/2016

Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.