Michelangelo

Pintor e escultor italiano

Biografia de Michelangelo

Michelangelo (1475-1564) foi um pintor, escultor e arquiteto italiano. É considerado um dos maiores representantes do Renascimento Italiano. "Pietá", "O Juízo Final", "Moisés", "Davi" e "A Abóbada da Capela Sistina" são algumas das obras que eternizaram o artista. 

Michelangelo de Lodovico Buonarroti nasceu em Caprese, na província de Arezzo, nas proximidades de Florença, Itália, no dia 6 de março de 1475. Filho de Lodovico Buonarroti e de Francesca desde pequeno só se interessava em desenhar. Com 13 anos começou a estudar pintura na oficina dos irmãos Domenico e Davi Ghirlandaio, em Florença. Em 1489, é convidado por Lourenço para estudar na Academia dos Jardins dos Medici. Em 1492, conclui sua primeira escultura “Madona da Escada”.

Michelangelo
Madona da Escada

Ainda em 1492, conclui a “Batalha dos Centauros”, “Hercules”, para Pierro de Medici, e o “Crucifixo”, para o Convento do Espírito Santo. Nesse mesmo ano, após a morte de Lourenço, Michelangelo vai para Bolonha, onde encontra hospitalidade junto a um nobre bolonhês. Em 1494 conclui para a “Arca de São Domingos”, um “Angelo Reggicero” e as estátuas de “São Procolo” e “São Petrônio”. Em 1495 retorna para Florença onde executa a estátua de“San Giovannino, em mármore, o padroeiro da cidade. Em 1496 vai para Roma e executa “Cupido Adormecido” e “Baco” para o cardeal Raffaele Riario.

Michelangelo
Baco

Ainda em 1497, o cardeal francês Jean Bilheres, embaixador do rei da França na corte papal, contrata Michelangelo par esculpir uma escultura de mármore para sua capela na Basílica de São Pedro. O artista é enviado para Carrara para escolher o melhor mármore e em bloco único para a obra “Pietà”, que é finalizada em 1499. O artista ficou tão orgulhoso da obra que decidiu colocar sua assinatura na faixa que passa sobre o busto de Maria. A obra está exposta na Basílica de São Pedro no Vaticano.

Michelangelo
Pietà

Em 1501 retornou para Florença e iniciou a confecção de 4 estátuas para o Altar Piccolomini, da Catedral Siena: “São Pedro”, “São Pio”, São Paulo e São Gregório. Nesse mesmo ano recebe a encomenda de “Davi”, uma estátua de 4,34m de altura, que ficou pronta depois de dois anos e meio. Quando estava prestes a  ser terminada, uma comissão de artistas (Botticelli, Perugino, Andrea dela Robbia e Leonardo da Vinci) estabeleceu que a estátua, em vez de ser colocada na catedral, deveria ser colocada na Piazza dela Signoria, ao lado da entrada do Palácio Velho. A obra está hoje na Galleria dell’Academia, em Florença.

Michelangelo
Davi

Em 1505 recebe a encomenda do monumento fúnebre do papa Júlio II, que ocupou 40 anos de sua vida. Na obra, se destaca a estátua de Moisés, com 2,35 m de altura, ocupa o espaço central da parte inferior do monumento. A sepultura foi concluída em 1545. Além de Moisés, somente duas figuras “Lia” e “Raquel” foram realizadas pelo próprio Michelangelo.

Michelangelo
Túmulo de Júlio II

Em 1508, o Papa Júlio II encarregou o artista de pintar a "Abóbada da Capela Sistina", na Catedral de São Pedro, no Vaticano. O artista protestou: “Não sou pintor e sim escultor". Mesmo assim, durante quatro anos realizou o exaustivo trabalho que foi entregue ao público no Dia de Todos os Santos em 1512. Entre os afrescos estão: “Profeta Isaias”, “Profeta Ezequiel”, “Profeta Jonas” “Profeta Daniel, “Criação de Adão”, “Pecado Original e a Expulsão do Paraíso” e Dilúvio Universal”.

Michelangelo
Criação de Adão

Em 1534, o Papa Clemente VII encomenda o afresco o “Juízo Final”, para o altar da Capela Sistina. Na obra, o Cristo aparece como um juiz inflexível e a Virgem assustada, não contempla a cena. Nesse afresco, só aparece nus, o que causou grande tumulto e o Papa Paulo III pretendia destruir a obra, mas contentou-se em mandar o pintor Daniel de Volterra velar os nus mais ousados.

Michelangelo

Michelangelo mostrava paixão pela grandiosidade, principalmente na arquitetura. Em 1519 começa a projetar o edifício e o interior da "Capela de São Lourenço". Em 1535 foi nomeado pelo Papa Paulo III, “supremo arquiteto, escultor e pintor dos palácios apostólicos”. O artista também se dedicou à poesia, escreveu o livro "Rimas". Próximo da sua morte desabafou em um poema "Na verdade, nunca houve um só dia que tenha sido totalmente meu".

Michelangelo faleceu em Roma, Itália, no dia 18 de fevereiro de 1564. Seu corpo foi enterrado na Basílica de Santa Cruz, em Florença.

Veja também as biografias de:
  • Donatello (1386-1466) foi um escultor italiano, um dos grandes artistas da ar...
  • Cellini (1500-1571) foi um ourives e escultor italiano. Entrou para a históri...
  • Bernini (1598-1680) foi um escultor, arquiteto, pintor, cenógrafo e urbanista...
  • Juan Gris (1887-1927) foi um pintor e escultor espanhol, contemporâneo de Pic...
  • Marcel Duchamp (1887-1968) foi um pintor e escultor francês, naturalizado nor...
  • Leonardo da Vinci (1452-1519) foi um pintor italiano. "Mona Lisa" foi uma das...
  • Rafael Sanzio (1483-1520) foi um pintor italiano, uma das grandes expressões...
  • Caravaggio (1571-1610) foi um pintor italiano, o mais revolucionário artista...
  • Sandro Botticelli (1445-1510) foi um pintor italiano, considerado um dos maio...
  • Ticiano (1489-1576) foi um pintor italiano, considerado um dos principais rep...

Última atualização: 12/04/2018

Por Dilva Frazão
Possui bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.