Roger Bacon

Filósofo inglês

Biografia e Vida

Roger Bacon (1214-1294) foi um filósofo, teólogo e cientista medieval inglês. Foi frade franciscano da Escola de Oxford. Dedicou-se ao estudo científico recebendo o apelido de “Doctor Mirabilis”.

Roger Bacon (1214-1294) nasceu em Ilchester, Somerset, Inglaterra, no ano de 1214. Descendente de família abastada ingressou na Universidade de Oxford, onde estudou as diversas ciências da época. Seguiu para Paris onde se tornou doutor em Teologia.

Em 1240, ingressou na Ordem dos Franciscanos que pertencia a Escola de Oxford, o que não impediu que publicasse em seu “Compendiu Studii Philosophiae”, onde fez graves ataques contra o clero, que o tornou indesejável junto aos religiosos da época. Foi perseguido em várias ocasiões devido às ideias pouco enquadradas no mundo escolástico.

Estudou latim, grego, hebraico e árabe, para ler os antigos textos na língua original. Provou que vários textos da Bíblia estavam adulterados e que muitas traduções de Aristóteles estavam erradas. “Se eu pudesse, queimaria todos os livros de Aristóteles, pois o estudo deles pode constituir perda de tempo, causar erro e aumentar a ignorância.”

A ciência medieval não era experimental, nem se utilizava da matemática, mas Roger Bacon foi uma das exceções à tradição medieval. Além de procurar aplicar o método matemático à ciência da natureza, fez diversas tentativas para torná-la experimental. Apesar de argumentar que “ver com seus próprios olhos” não era incompatível com a fé, não conseguiu demover os medievais da desconfiança gerada por qualquer tipo de experimentação.

Roger Bacon escreveu sobre matemática, alquimia e filosofia e realizou várias experiências. Corrigiu o Calendário Juliano, aperfeiçoou diversos instrumentos de ótica, descreveu a Via Láctea como um agregado de estrelas, explicou a formação do arco-íris e anteviu várias invenções modernas, como a máquina a vapor, o telescópio, o microscópio, o aeroplano etc.

Em 1273, Roger Bacon tornou-se mestre e lecionou em Paris durante cerca de dez anos. Algumas fontes afirmam que ele esteve preso por empreender uma vigorosa luta pela reforma curricular e ao ser acusado de herege e acabou sendo preso, provavelmente entre 1277 e 1279, porém isso não foi comprovado.

Roger Bacon escreveu uma gramática do grego e outra do hebraico. Escreveu “Opus Majus”, “Opus Minimus” e “Opus Tertium”, que constitui a verdadeira enciclopédia do saber da época. Em 1277, ao ter suas proposições relacionadas à astrologia condenadas por Tempier, bispo de Paris, publicou a obra “Speculum Astronomiae”, onde expôs seu ponto de vista.

Roger Bacon faleceu em Oxford, Inglaterra, no ano de 1294.

Biografias Relacionadas

Última atualização: 03/09/2016