São Bento de Núrsia

Monge italiano

Biografia de São Bento de Núrsia

São Bento de Núrsia (480-547) foi um monge italiano, iniciador da Ordem de São Bento ou Ordem Beneditina. Escreveu a Regra de São Bento, livro que transmite as instruções para a criação dos mosteiros. É festejado em 21 de março.

São Bento de Núrsia (480-547) nasceu em Núrsia, na Itália, no ano de 480. Filho de uma rica família do lugar era irmão gêmeo de Escolástica que também veio a se tornou santa. Bento foi preparado para estudar Humanidades, em Roma. Aos 13 anos, partiu para a capital com uma fiel governanta. Em pouco tempo, desiludido, resolveu abandonar tudo e agradar somente a Deus.

Seu biógrafo, o Papa Gregório Magno, conta que Bento sai de Roma, com sua governanta, à procura de isolamento, atravessa Tivoli e depois de um dia inteiro caminhando, chega à aldeia de Alfilo, onde consegue pousada. Nesse local, um fato curioso chamou a atenção de todos: enquanto Bento orava e recolhia os pedaços de uma vasilha de barro que havia caído no chão, a vasilha se recompôs, sem uma rachadura. “Isso seriam os primeiros sinais da vida santa de Bento”.

Depois do ocorrido, as pessoas começaram a segui-lo, com um misto de curiosidade e veneração. Bento fugiu do lugar abandonando sua ama e seguiu em solitária caminhada e com a ajuda de um monge, que lhe deu um hábito de frade, se refugiou em uma gruta, em Subiaco. Depois de três anos, Bento resolve sair disposto a criar uma nova forma de viver a religião, que não suprime os prazeres da amizade.

Tinha cerca de trinta anos, quando foi chamado para dirigir uma colônia onde viviam alguns monges. Bento tentou por em prática suas ideias, mas a rígida liderança não estava agradando os monges, que tentaram assim, envenenar o vinho de Bento, mas ao estender a mão para benzer o vinho, a taça se espedaçou.

Bento necessitava de novos homens e eles não tardaram a chegar. De volta a Subiaco, esses religiosos iniciam a construção de doze mosteiros, espalhados por vales e colinas, utilizando as ruínas abandonadas. Cada mosteiro seria hospedagem para 12 monges, presidida por um decano. Todos dependendo de um mosteiro central onde ficaria a direção geral.

Mais uma vez, a iniciativa de Bento desagrada a um padre de uma igreja próxima, e este tenta envenená-lo. Bento resolve abandonar o local e seguiu para o Monte Cassino, lugar situado entre Roma e Nápoles. Por volta de 529 funda o mosteiro que viria a ser o primeiro de sua ordem.

São Bento de Núrsia expõe seus projetos para a construção do ideal monástico: satisfazer às exigências da oração e da vida comum, dar hospitalidade aos refugiados, dispor de locais adequados às tarefas indispensáveis. Por volta de 534, escreveu o livro “Regula Sancti Benedicti” (A Regra de São Bento), onde expressou todas as exigências para a construção dos mosteiros. A obra serviu de base para a organização da maioria das ordens religiosas. Tem por princípio o convento auto-suficiente, tanto material quanto espiritual.

São Bento de Núrsia, seis dias antes de sua morte, mandou preparar sua sepultura. Faleceu no dia 21 de março de 547. Em 1964, foi designado Patrono da Europa pelo Papa Paulo VI.

Veja também as biografias de:
  • Dalai Lama (1935) é um Monge Budista tibetano. Recebeu o prêmio Nobel da Paz...
  • Dom Marcos Barbosa (1915-1997) foi um Sacerdote e Monge Beneditino. Poeta e t...
  • Leonardo da Vinci (1452-1519) foi um pintor italiano. "Mona Lisa" foi uma das...
  • Galileu Galilei (1564-1642) foi um matemático, físico, astrônomo e filósofo i...
  • Benito Mussolini (1883-1945) foi um político italiano. Foi líder do Partido F...
  • Rafael Sanzio (1483-1520) foi um pintor italiano, uma das grandes expressões...
  • Leonardo Fibonacci (1170 — 1250) foi um matemático italiano, responsável pela...
  • Sandro Botticelli (1445-1510) foi um pintor italiano, considerado um dos maio...
  • São Francisco de Assis (1182-1226) foi um religioso italiano. Fundou a Ordem...
  • Caravaggio (1571-1610) foi um pintor italiano, o mais revolucionário artista...

Última atualização: 27/04/2018

Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.