Thomas Malthus

Economista e sociólogo inglês

Biografia de Thomas Malthus

Thomas Malthus (1766-1834) foi um economista, sociólogo e clérigo anglicano inglês, cujo pensamento social e econômico girava em torno de sua teoria sobre o crescimento da população, que segundo ele, enquanto os meios de subsistência crescem em progressão aritmética, a população cresce em progressão geométrica, havendo necessidade de um controle da natalidade.

Thomas Malthus nasceu em Dorbing, Inglaterra, no dia 13 de fevereiro de 1766. Filho de um rico proprietário rural, amigo do filósofo David Hume, e seguidor fiel da filosofia de Jean-Jacques Rousseau. Inicialmente, Malthus foi educado em casa, e só em 1784, com 18 anos, ingressou no Jesus College de Cambridge, onde se graduou em 1788. Em 1791 obteve a licenciatura. Em 1797 ordenou-se sacerdote da Igreja Anglicana.

Teoria de Thomas Malthus

Em 1798, Thomas Malthus publicou, de forma anônima, a primeira edição de “Ensaios Sobre o Princípio da População”. O livro nasceu como resultado das discursões de Malthus com seu pai, que influenciado pelo filósofo William Gowin, afirmava que a miséria era consequência do mau desempenho das instituições e que a terra só poderia alimentar a todos os seres humanos se houvesse melhoras na assistência pública à população pobre, para se conseguir uma maior igualdade social.

Malthus diferia radicalmente dessa teoria, pois acreditava que o crescimento demográfico era maior do que os meios de subsistência, pois enquanto a população cresce em progressão geométrica, a produção de alimentos se da em progressão aritmética. Malthus percebeu que o crescimento populacional havia dobrado entre os anos de 1785 e 1790, em consequência da grande produção de alimentos, das melhores condições sanitárias e do aperfeiçoamento no combate às doenças, resultado da Revolução Industrial ocorrida nessa época.

Malthus acreditava que o aumento ilimitado da população poderia encontrar dois obstáculos, um repressivo que seriam: as epidemias, guerras e a miséria, e os preventivos que seriam: A sujeição moral de retardar o casamento, a abstenção de relações sexuais antes do casamento ou no próprio matrimônio, e ter somente o número de filhos que pudesse sustentar.

Em 1803, a obra foi reeditada com importantes modificações, amenizando algumas teses mais radicais da primeira edição. Numerosos autores provaram a incompatibilidade das duas progressões, principalmente depois que os adeptos do “Malthusianismo” exageraram seus princípios. Com o tempo, sua teoria foi incorporada à teoria econômica, atuando como freio para teses mais otimistas.

Em 1805, Thomas Malthus passou a lecionar História e Economia Política na Est Company’ College de Heileybury. Em 1819 foi eleito membro da Royal Society. Em 1811, conheceu o já importante economista David Ricardo, com quem manteve grande amizade, apesar de suas diferenças teóricas. Publicou: “Principales of Political Economy” (1820) e “Definitions in Political Economy” (1827), entre outros.

Thomas Malthus faleceu em Saint Catherine, Somerset, Inglaterra, no dia 23 de dezembro de 1834.

Veja também as biografias de:
  • Max Weber (1864-1920) foi um importante sociólogo e destacado economista alem...
  • John Maynard Keynes (1883-1946) foi um economista inglês, um dos mais importa...
  • Adam Smith , (1723-1790) foi um economista e filósofo escocês. Considerado o p...
  • Celso Furtado (1920-2004) foi um economista brasileiro. Foi Ministro do Plane...
  • David Ricardo (1772-1823) foi um economista britânico, um dos mais influentes...
  • Dilma Rousseff (1947) é uma política e economista brasileira. Ex-presidente d...
  • Milton Friedman (1912-2006) foi um economista norte-americano, ganhador do Pr...
  • Cláudio de Moura Castro Cláudio de Mora Castro (1938) é um economista brasileiro, professor e especia...
  • Émile Durkheim (1858-1917) foi um sociólogo francês. É considerado o pai da S...
  • Betinho (1935-1997) foi um sociólogo brasileiro e ativista dos direitos human...

Última atualização: 20/12/2017