John Maynard Keynes

Economista inglês

Biografia de John Maynard Keynes

John Maynard Keynes (1883-1946) foi um economista inglês, um dos mais importantes economistas da primeira metade do século XX, considerado por muitos o precursor da economia moderna "a macroeconomia".

John Maynard Keynes nasceu em Cambridge, Inglaterra, no dia 5 de junho de 1883. Filho do economista John Neville Keynes foi educado em um colégio em Elton e no King’s College da Universidade de Cambridge. Em 1905 graduou-se em Matemática recebendo orientação do professor e economista Alfred Marshall que o aproximou cada vez mais dos temas ligados à economia.

Em 1906, John Maynard seguiu para a Índia onde trabalhou no serviço administrativo britânico, permanecendo durante dois anos, experiência que resultou na publicação de seu primeiro livro sobre economia “Indian Currency and Finance” (1913). Em 1909 foi nomeado professor de economia no King’s College de Cambridge, onde permaneceu até 1915. Dividia seu tempo como editor do Economic Journal, até 1945.

Após sair de Cambridge, foi designado para trabalhar no Tesouro Britânico, com a missão de preparar a delegação do país que seria enviada para negociar no Tratado de Versalles depois da derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Por não concordar com as duras condições impostas aos vencidos, demitiu-se do cargo e em seguida publicou “As Consequências Econômicas da Paz” (1919), para argumentar que tais condições seriam impossíveis de se cumprir e levaria à ruína econômica da Alemanha, com graves consequências para o resto do mundo. O tempo mostrou que as previsões de Keynes eram acertadas. Ainda sobre o tema escreveu “A Revision of the Treeaty” (1922).

Teoria Geral

As questões monetárias seguiram atraindo a atenção de Keynes mesmo longe do Tesouro Britânico. Escreveu artigos em revistas e publicações especializadas. Publicou “A Tract on Monetary Reform” (1923) e “Atreatise on Money” (1930), onde criticou a adesão ao padrão ouro e a teoria quantitativa da moeda, porém o Tesouro antevê sua postura e nos anos seguintes a economia britânica teve um fraco desempenho.

Em 1936 lançou sua obra mais decisiva “Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda”, com a qual deu uma resposta definitiva à grave depressão econômica desencadeada em todo o mundo a partir da grande depressão da Bolsa de Nova Iorque em 1929. Definiu assim a principal característica da escola de pensamento Keynesiana, ao identificar a causa da crise em uma insuficiência da demanda devido a arrocho das sociedades desenvolvidas e consequentemente a produção não encontrou comprador.

Para John Maynard Keynes, o desemprego assim originado não podia remediar-se unicamente com medidas monetárias. A debilidade do consumo privado só poderia remediar-se incrementando o gasto público em períodos de recessão. A importância do seu ponto de vista foi tal que deu origem a um ramo da teoria econômica moderna “a macroeconomia”, dedicado a explorar as relações entre a defesa do papel regulatório do Estado para minimizar as instabilidades do mercado.

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), Keynes envolveu-se com temas relacionados ao financiamento da Guerra e ao restabelecimento do comércio internacional. Em 1940, pulicou o artigo “Como Pagar a Guerra”, no qual sugeria os mecanismos de poupança compulsória para proteger a economia da crise que se anunciava para o pós-guerra.

O prestígio alcançado por Keynes o levou a ser nomeado barão, em 1942, ingressando na Câmara dos Lordes. No final da vida exerceu influência direta sobre a política econômica de seu país como diretor do Banco da Inglaterra e assessor do ministro do Tesouro. Em 1944 presidiu a delegação britânica na Conferência de Bretton Woods, o que contribuiu para dar formato ao Fundo Monetário Internacional.

John Maynard Keynes faleceu em Firle, East Sussex, Inglaterra, no dia 21 de abril de 1946.

Veja também as biografias de:
  • Thomas Malthus (1766-1834) foi um economista, sociólogo e clérigo anglicano i...
  • Adam Smith , (1723-1790) foi um economista e filósofo escocês. Considerado o p...
  • Celso Furtado (1920-2004) foi um economista brasileiro. Foi Ministro do Plane...
  • David Ricardo (1772-1823) foi um economista britânico, um dos mais influentes...
  • Max Weber (1864-1920) foi um importante sociólogo e destacado economista alem...
  • Dilma Rousseff (1947) é uma política e economista brasileira. Ex-presidente d...
  • Milton Friedman (1912-2006) foi um economista norte-americano, ganhador do Pr...
  • Cláudio de Moura Castro Cláudio de Mora Castro (1938) é um economista brasileiro, professor e especia...
  • Isaac Newton (1643-1727) foi um cientista inglês. Descobriu a Lei da Gravitaç...
  • Charles Darwin (1809-1882) foi um naturalista inglês, autor do livro Da Orige...

Última atualização: 15/02/2018