Thomas Mann

Escritor alemão
Por Dilva Frazão

Biografia de Thomas Mann

Thomas Mann (1875-1955) foi um escritor alemão. Autor de "Morte em Veneza", um dos clássicos da literatura moderna. Foi considerado um dos maiores escritores do século XX. Recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, em 1929.

Thomas Mann nasceu em Lübeck, Alemanha, no dia 6 de junho de 1875. Era filho do rico comerciante Johann Heinrich Mann e da brasileira Júlia da Silva Bruhns.

Em 1892, com a morte do pai, que deixou uma vultosa herança, a família mudou-se para Munique, centro das artes e da literatura, a fim de Thomas completar sua formação.

Em Munique, a família se instalou no bairro boêmio de Schwabing, onde sua mãe oferecia saraus literários e festas em sua casa e incentivava o filho para se dedicar à literatura.

Em 1893, Thomas Mann escreveu alguns textos para a revista "A Tempestade de Primavera". Nesse mesmo ano mudou-se para a Itália, para a cidade de Palestrina, onde morava seu irmão o escritor Heinrich Mann.

Thomas Mann permaneceu na Itália até 1898. Nessa época começou a trabalhar no manuscrito do romance "Buddenbrooks".

De volta a Munique, trabalha como editor no jornal satírico/humorístico “Simplicissimus”. Apaixona-se por Paulo Ehrenberg, sem ser correspondido, o que definiu mais tarde como “uma experiência central do seu coração”.

Primeiro romance

Em 1900, Thomas Mann publicou sua primeira novela “Buddenbrooks”, que conta a história de uma família protestante, de comerciantes de cereais, de Lübeck, que depois de três gerações perde sua fortuna.

Inspirada na história de sua família relata fatos de personalidades de sua cidade natal, obra que o torna famoso. Em 1905 casa-se com a judia Katia Pringshein, filha de rico industrial, com quem teve seis filhos.

Morte em Veneza

Em 1911, Thomas Mann viaja para a cidade de Veneza e se inspira para escrever a novela “Morte em Veneza” (1912), sombria e majestosa descrição dos últimos dias de um escritor alemão numa Veneza assolada pela peste.

A Montanha Mágica

Durante a Primeira Guerra, Thomas Mann ficou do lado daqueles que defendiam o nacionalismo alemão, mas o militarismo cruel que se instalou no país abalou profundamente suas convicções.

Em 1924 publicou “A Montanha Mágica”, onde manifestou sua nova concepção quando defende os ideais democráticos de uma Europa esfacelada pela Primeira Guerra Mundial.

Em 1929, Thomas Mann teve seu prestígio fortalecido ao receber o Prêmio Nobel de Literatura.

Exílio

Opositor do nazismo, depois da ascensão de Hitler ao poder, Thomas Mann deixa a Alemanha em 1933 e se exila em Küsnacht, na Suíça.

Em 1936, o nome de Thomas e de sua família é relacionado entre os expatriados, perdendo a nacionalidade alemã.

Thomas permaneceu na Suíça até 1938, quando seguiu para os Estados Unidos. Seis anos depois adquiriu a nacionalidade norte-americana, embora tenha feito várias viagens à Europa.

Doutor Fausto

Em 1947 publicou Doutor Fausto, uma exploração psicológica e moral das circunstâncias que tornaram possível o nazismo, por meio da história de um músico que vende a alma ao diabo.

Filmes

Baseados nas obras de Thomas Mann, foram lançados os filmes: Morte em Veneza (1971) e Fausto (2011).

Thomas Mann faleceu em Kilchberg, próximo a Zurique, na Suíça, no dia 12 de agosto de 1955.

Obras de Thomas Mann

  • Buddenbrooks (1901)
  • Tonio Kröger (1903)
  • Sua Alteza Real (1909)
  • A Morte em Veneza (1912)
  • Ensaios Sobre Friedrich II, rei da Prússia (1915)
  • Considerações de Um Apolítico (1918)
  • The German Republic (1922)
  • A Montanha Mágica (1924)
  • Disorder and Early Sorrow (1926)
  • Freud (1929)
  • Mário e o Mágico (1930)
  • Goethe (1932)
  • Wagner (1933)
  • José e Seus Irmãos (1933-1943)
  • As Histórias de Jacó (1933)
  • O Jovem José (1934)
  • José no Egito (1936)
  • José, o Provedor (1943)
  • Das Problem der Freiheit (1937)
  • Lotte in Weimar or The Beloved Returns (1939)
  • As Cabeças Trocadas (1940)
  • Doutor Fausto (1947)
  • Der Erwählte (1951)
  • Confissões do Impostor Félix Krull (1922/1954)

Última atualização: 23/06/2020

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de:
  • Goethe (1749-1832) foi um escritor alemão, autor de Fausto, poema trágico, ob...
  • Charles Bukowski (1920-1994) foi um escritor alemão, que viveu e morreu nos E...
  • Friedrich Schiller (1759-1805) foi um dramaturgo, poeta, filósofo e historiad...
  • Hermann Hesse (1877-1962) foi um importante escritor alemão, autor de importa...
  • Albert Einstein (1879-1955) foi um físico e matemático alemão. Entrou para o r...
  • Immanuel Kant (1724-1804) foi um filósofo alemão, o fundador da Filosofia Cr...
  • Adolf Hitler (1889-1945) foi um político alemão. Líder do Partido Nacional- S...
  • Friedrich Hegel (1770-1831) foi um filósofo alemão. Um dos criadores do siste...
  • Ludwig van Beethoven (1770-1827) foi um compositor alemão. A "9.ª Sinfonia" f...
  • Daniel Gabriel Fahrenheit (1686-1736) foi um físico alemão, o inventor do ter...