Victor Brecheret

Escultor ítalo-brasileiro

Biografia de Victor Brecheret

Victor Brecheret (1894-1955) foi um escultor ítalo-brasileiro. Foi considerado o introdutor da arte moderna na escultura brasileira. É o autor da obra “Monumento às Bandeiras” localizado no Parque do Ibirapuera na capital paulista.

Victor Brecheret (1894-1955) nasceu em Farnese, Itália, no dia 15 de dezembro de 1894. Ficou órfão de mãe com dez anos de idade. Foi abrigado pelo tio materno Enrico Nanni e com sua família veio para o Brasil, instalando-se em São Paulo, quando tinha dez anos de idade.

Em 1912, Victor entrou para o Liceu de Artes e Ofício onde estudou desenho e modelagem. No ano seguinte viajou para Roma para aprender escultura. Permaneceu na Itália durante cinco anos, onde entrou em contato com os artistas de vanguarda. Trabalhou com o escultor italiano Arturo Dazzi.

De volta ao Brasil, em 1919, montou seu ateliê no Palácio das Indústrias, num espaço cedido pelo arquiteto Ramos de Azevedo. No ano seguinte entrou em contato com Di Cavalcanti, Oswald de Andrade, Mário de Andrade e Menotti Del Picchia, artistas do movimento modernista.

Em 1921, Victor Brecheret recebeu a encomenda do governo de São Paulo para executar a escultura “Monumento às Bandeiras” para o Parque do Ibirapuera. Nesse mesmo ano foi para Paris, onde estudou com o escultor Brancusi. Mesmo ausente, participou da Semana de Arte Moderna de 1922 com a exposição de vinte esculturas no saguão e corredores do Teatro Municipal de São Paulo.

Ainda na Europa realizou diversas exposições nacionais e internacionais, recebendo diversas premiações, entre elas a Menção Honrosa da Sociedade dos Artistas Franceses, em 1925. De volta a São Paulo em 1932 torna-se sócio fundador da Sociedade Pró Arte Moderna (SPAM). No ano seguinte o governo francês adquiriu a obra “O Grupo” para o Museu Jeu de Pomme, atualmente em La Roche-sur-You, recebendo a Cruz da Legião de Honra, a título de Belas Artes, no Grau de Cavaleiro.

Em 1941, Victor Brecheret vence o concurso internacional de maquetes para o “Monumento a Caxias”. Em 1946 esculpe a “Via Crúcis” para a capela do Hospital das Clínicas. Em 1951 foi premiado na I Bienal de São Paulo, como melhor escultor nacional. No dia 25 de janeiro de 1953 é inaugurado o “Monumento às Bandeiras”, em São Paulo. Nesse mesmo ano participa da II Bienal de São Paulo.

Em 1955 Brecheret participa da II Bienal de São Paulo, expondo “Bartira”. Participa da mostra “Artistes Brésiliens”, em Paris, através dos Museus de Arte Moderna do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Victor Brecheret faleceu em São Paulo, São Paulo, no dia 17 de dezembro de 1955. Dois anos depois, a Bienal prestou-lhe uma homenagem, dedicando ao artista uma sala especial com 61 esculturas e vinte desenhos.

Veja também as biografias de:
  • Alfredo Volpi (1896-1988) foi um pintor ítalo-brasileiro. Foi considerado um...
  • Angelo Agostini (1843-1910) foi um ilustrador, caricaturista, desenhista e pi...
  • Aleijadinho (1738-1814) foi um escultor, entalhador e arquiteto do Brasil col...
  • Frans Krajcberg (1921-2017) foi um escultor, pintor, gravador e fotógrafo pol...
  • Abelardo da Hora (1924-2014) foi um escultor, desenhista, gravador e ceramist...
  • Madre Paulina (1865-1942) foi uma religiosa ítalo-brasileira. Primeira santa...
  • Al Capone (1899-1947) foi um gângster ítalo-americano que liderou um grupo cr...
  • Donatello (1386-1466) foi um escultor italiano, um dos grandes artistas da ar...
  • Auguste Rodin (1840-1917) foi um escultor francês. O Pensador, O Beijo, A Po...
  • Michelangelo (1475-1564)foi um pintor, escultor e arquiteto italiano. É consi...

Última atualização: 30/09/2015

Possui bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.