Alexis de Tocqueville

Pensador político e estadista francês

Biografia de Alexis de Tocqueville

Alexis de Tocqueville (1805-1859) foi um pensador político e estadista francês. Foi considerado um dos grandes teóricos sobre a democracia americana. Especulou sobre a natureza essencial da própria democracia, suas vantagens e perigos.

Alexis Charles-Henri-Maurice Clérel de Tocqueville (1805-1859), conhecido como Alexis Tocqueville, nasceu em Paris, França, no dia 29 de junho de 1805. Descendente de família aristocrata formou-se em Direito e atuou como juiz.

Alexis Tocqueville viveu no período mais crítico da história francesa, durante o século XIX. Nasceu pouco tempo depois da Revolução Francesa (1789), sobre a qual escreveria uma obra clássica. Passou a infância na época das Guerras Napoleônicas (1803-1815). Assistiu a restauração da Monarquia com Luís XVIII, até 1824, quando este foi sucedido por Carlos X (a quem seu pai serviu), e a sua derrubada por Luís Felipe, em 1830.

Em 1830 iniciou-se na vida política quando foi eleito deputado. Apesar de aristocrata, tinha ideias com inclinações democráticas. Viajou para os Estados Unidos, para estudar o sistema democrático em funcionamento. Ficou impressionado com a nascente democracia norte-americana.

De volta à França, em 1832, escreveu sobre o que havia visto: a radical democratização de uma sociedade, na qual todos, com exceção dos escravos, eram iguais perante a lei, independentemente da origem social. Publicou sua obra prima, “A Democracia na América” (1835-1840), em quatro volumes, que o consagrou e abriu-lhe as portas das mais importantes instituições, entre elas, a Academia Francesa, em 1841.

Na obra, Tocqueville especulou sobre a natureza essencial da própria democracia, suas vantagens e perigos. Interpretou o regime democrático como uma necessidade histórica resultando inevitavelmente da difusão da ideia de igualdade. Acentuou os elementos negativos da democracia, considerava tediosa e alertava que ela poderia se tornar uma tirania de massas (regime no qual as minorias não têm direitos assegurados).

Alexis de Tocqueville foi deputado em diversas legislaturas, chegando a ser vice-presidente da Assembleia Constituinte de 1849, após a proclamação da Segunda República Francesa (1849-1852), com Luís Napoleão. Nesse período, foi também ministro das Relações Exteriores. Em 1852, Luís Napoleão promove um Golpe de Estado e se consagra como Napoleão III. Nesse mesmo ano, Tocqueville se demite, e em 1856, publica “Antigo Regime e a Revolução Francesa”, considerada pelos críticos a melhor análise sobre a Revolução Francesa.

Alexis de Tocqueville faleceu em Cannes, no sul da França, no dia 16 de abril de 1859, cercado da esposa e duas filhas.

Última atualização: 15/05/2016