Boni

Empresário brasileiro

Biografia de Boni

Boni (José Bonifácio de Oliveira Sobrinho) (1935) é um empresário brasileiro. Foi um dos executivos mais poderosos da história da televisão brasileira. É o fundador da TV Vanguarda, retransmissora da TV Globo no interior de São Paulo.

Boni (1935) nasceu em Osasco, São Paulo, no dia 30 de novembro de 1935. Filho do dentista Orlando de Oliveira – que morreu muito jovem, e da dona de casa Joaquina de Oliveira, que se formou em Administração e Psicologia depois dos 60 anos. Boni cresceu em uma família ligada à música e ao rádio. Começou a se interessar por televisão em 1940.

Em 1950, com 15 anos, acompanhou a inauguração da TV Tupi de São Paulo, a primeira emissora da América Latina. Nesse mesmo ano, mudou-se para o Rio de Janeiro, recomendado por um tio, iniciou um estágio na Rádio Clube do Brasil. Ingressou em um curso na Rádio Roquete Pinto, onde teve as primeiras noções de locução e redação.

Com 17 anos, Boni foi contratado pelas Emissoras Associadas como redator da Rádio Tupi e da TV Tupi. Em 1955, foi convidado para ser chefe do Departamento de Rádio e Televisão da agência de publicidade Lintas Propaganda, agencia da Unilever, que o encaminhou para os Estados Unidos, para um breve curso de televisão. Nessa mesma época, foi diretor de propaganda da gravadora RGE.

Em 1958, no Rio de Janeiro, conheceu Walter Clark, então assistente de direção da TV Rio. Iniciou-se aí uma longa amizade. Nessa época, já falavam em criar uma rede nacional de emissoras e de um telejornal nacional. Em 1963, Walter Clark, já diretor-geral da TV Rio, convidou Boni para ser o diretor artístico da emissora. Em 1966, Walter Clark foi para a TV Globo e em 1967 levou Boni para a Emissora. Começava então uma carreira de sucessos.

A concretização de formação de uma rede se deu em 1969, quando a Embratel inaugurou um novo sistema de comunicação. Em setembro desse mesmo ano, teve início o Jornal Nacional, primeiro programa regular transmitido ao vivo para todo o país.

Em 1970, Boni assumiu a superintendência de Produção e Programação da emissora e esteve  envolvido na criação de vários programas, transformando a televisão brasileira em uma indústria. Em 1980 assumiu a vice-presidência de operações da TV Globo, cargo que exerceu até 1997. Depois de seu desligamento da TV Globo, em 1998, Boni passou mais quatro anos como consultor da emissora – “sem ser consultado para nada”, segundo ele.

Em 2003, Boni partiu para a carreira de empresário, com a criação da Rede Vanguarda, que cobre municípios do interior e do litoral norte de São Paulo. A emissora começou como afiliada da TV Globo, mas depois passou a produzir grande parte de seu conteúdo.

Em 2011, Boni publico “O Livro de Boni”, que segundo ele “trata-se simplesmente de um grande depoimento sobre a minha carreira”. Assim, seu livro pode ser visto também como uma história da televisão brasileira, dos primórdios à era de ouro. Foram 31 anos de Globo, além de passagens pelas extintas TV Rio e Excelsior, por emissoras de rádio e agências de publicidade.

Biografias Relacionadas

Última atualização: 17/05/2017