Lula Cardoso Ayres

Pintor brasileiro

Biografia de Lula Cardoso Ayres

Lula Cardoso Ayres (1910-1987) foi um pintor brasileiro. Realizou exposições individuais no Museu de Arte de São Paulo, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, no Museu de Arte Moderna da Bahia e no Palácio de Itamarati, em comemoração ao sesquicentenário da Independência do Brasil. Durante 25 anos foi professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Pernambuco.

Lula Cardoso Ayres (1910-1987) nasceu no Recife, Estado de Pernambuco, no dia 26 de setembro de 1910. Filho de João Cardoso Ayres e Carolina Cardoso Ayres, sócios da Usina Cucaú. Passou a infância na propriedade da família, no bairro da Madalena. Iniciou seus estudos em pintura com Heinrich Mozer, pintor alemão que morava na cidade do Recife.

Em 1925, viajou para Paris, onde viveu vários anos, dedicados ao estudo de diversas tendências modernas, visitando museus, exposições e ateliês. Em 1930 retorna ao Brasil, fixando residência no Rio de Janeiro, onde ingressou na Escola Nacional de Belas Artes. Fez amizade com o Cândido Portinari e Orlando Teruz. Viveu dois anos na capital da República, onde ilustrou livros e revistas, trabalhou com Procópio Ferreira, pintando cenários para o teatro.

Em 1932, retornou a Pernambuco, onde se dedicou ao trabalho na Usina Cucaú. Aproximou-se de Gilberto Freire. Participou da exposição de pinturas do Congresso Afro-Brasileiro, realizado no Recife, em 1934. Esse encontro representou uma aproximação das manifestações da cultura negra e Ibérica, como crenças religiosas, música, dança, representações plásticas e atividades carnavalescas. Nesse congresso estavam presentes diversas personalidades de destaque, como o sociólogo Gilberto Freyre, o organizador do evento, o psiquiatra Ulisses Pernambucano o antropólogo Edson Carneiro, o historiador e crítico literário Aderbal Jurema, entre outros.

Lula Cardoso Ayres trabalhou com o pai até 1944, tentando se adaptar a vida de empresário, mas se afastou dos negócios e se dedicou, em tempo integral, à pintura. Produziu uma enorme quantidade de murais que estão espalhados por diversas cidades, como Recife, São Paulo, Santos, Salvador, Penedo e Maceió. Seu primeiro mural foi encomendado pelo médico Artur Moura, para sua clínica na Praça Chora Menino, no bairro da Boa Vista.

Os críticos salientam a existência, em sua obra, de uma fase abstracionista e uma figurativa, que dão expressão a paisagens e tipos humanos representativos do mundo rural. Realizou exposições individuais no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Salvador e no Palácio do Itamarati. Durante 25 anos, foi professor da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Pernambuco. Com o apoio constante da esposa, Lourdes Cardoso Ayres, realizou uma obra que agora é preservada por seus filhos João e Luiz, no Instituto Cultural Lula Cardoso Ayres.

Lula Cardoso Ayres morreu no Recife, Pernambuco, no dia 30 de junho de 1987.

Veja também as biografias de:

Última atualização: 01/10/2015