Paul Klee

Pintor suíço
Por Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora

Biografia de Paul Klee

Paul Klee (1879-1940) foi um pintor suíço, naturalizado alemão, considerado um dos artistas mais originais do movimento expressionista do início do século XX.

Paul Klee nasceu em Berna, Suíça, no dia 18 de dezembro de 1879. Era filho de um professor de música do conservatório de Berna e de uma cantora de ópera.

Com sete anos começou a estudar música e logo aprendeu a tocar violino. Nessa época já mostrava grande interesse e habilidades pela pintura e desenho. Mais tarde, incluiu os rabiscos infantis em sua primeira exposição.

Formação

Em 1898, Paul Klee frequentou no atelier do pintor Heinrich Knirr quando aprendeu desenho figurativo.

Em 1900 ingressou na Academia de Munique onde estudou durante dois anos com o professor alemão Frans Von Stuck e se familiarizou com o estilo Art Nouveau.

Em 1901 foi estudar na Itália, em companhia do seu amigo e escultor Hermann Haller. Esteve em Roma, Florença e Nápoles e se encantou com a arte renascentista.

De regresso a Berna continuou suas atividades na música e nas artes plásticas. Em 1905, passou 15 dias em Paris onde entrou em contato com a arte impressionista.

Nessa época, desenvolveu diversos trabalhos inspirados nas obras de Van Gogh, Cézanne e Matisse.

Em 1906, começou a expor suas obras em Berna, Zurique e Basileia. Nesse mesmo ano, casou-se com a pianista Lily Stumpf, com quem teve um filho.

Obras

Em 1911, Paul Klee associou-se ao grupo artístico e literário “O Cavaleiro Azul”, formado por Franz Marc, Wassily Kandinsky, entre outros, que em 18 de dezembro desse mesmo ano, realizou sua primeira exposição em Munique.

Em 1912, inspirado no cubismo e na arte abstrata, começou a trabalhar com aquarelas pálidas e paisagens primitivas. São desse período as obras: Houses Near The Gravel Pit (1913), In The Quarry (1913),   e Hammamente With Its Mosque (1914).

paul klee
Hauses Near The Gavel Pit (1913)

Ainda em 1914, Paul Klee começou a pintar seus primeiros trabalhos abstratos compostos de retângulos e círculos coloridos. Entre eles: In The Style of Kairouan (1914) e Red and White Domes (1914)

paul klee
In The Style of Kairouan (1914)

Em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, Klee foi convocado para o exército alemão, mas serviu em um posto burocrático e que lhe permitiu manter-se ativo e preencher as paredes das galerias.

Em 1921, Paul Klee alcançou êxito comercial e prestígio para se tornar mestre da Bauhaus, a escola de arte e arquitetura alemã, como um conceituado pintor de vanguarda. Lecionou na Oficina de Tipografia, em seguida, assumiu a direção da Oficina de Vidro.

Em 1922 pintou “Senecio”, uma de suas obras mais famosas, onde o rosto humano surge esquematizado, dividido por retângulos pelo uso da cor.

paul klee
Senecio (1922)

Nela aparecem vários quadrados contidos em um círculo representando uma máscara mostrando uma face multicolorida.

Em 1924, juntou-se ao grupo Die Blaue Vier, ao lado de Kandinskky, Feininger e Jawlensky, quando o "expressionismo" alcançou seu apogeu.

Além do enorme reconhecimento de sua arte na Europa, em 1924, seu trabalho foi levado para Nova Iorque. Paul Klee foi considerado o pai da pintura abstrata, oscilando entre o expressionismo e o surrealismo. É dessa época a obra Peixe Mágico:

paul klee
Peixe Mágico (1925)

Ao longo de sua vida, seus gatos foram bastante representados em suas pinturas, entre eles, destaca-se “Gato e Pássaro” (1928).

paul klee
Gato e Pássaro (1928)

Em 1930, a Bauhaus foi fechada. Nesse mesmo ano, foi convidado para lecionar na Academia de Düsseldorf.  São desse período, Olho Vermelho e Busto de Uma Criança.

paul klee
Olho Vermelho

Em 1933, com a ascensão do nazismo, a Academia recebe novo diretor e Klee é demitido, pois a arte expressionista, juntamente com outras vanguardas,foi considerada degenerada.

Percebendo que não tinha futuro na Alemanha nazista, Paul Klee deixou o país em dezembro de 1933, indo morar na Suíça. Nessa época, sua obra adquiriu um tom dramático.

Em 1935 foi diagnosticado com uma doença degenerativa, o que teve grande influência em suas últimas obras, quando expressou o sofrimento e a angústia da morte.

São dessa época as obras: Morte e Fogo, Explosão de Medo e Cemitério.

paul klee
Morte e Fogo (1940)

Paul Klee estava pintando o seu gato favorito quando faleceu, deixando a obra inacabada, intitulada “A Montanha do Gato Sagrado”.

paul klee
A Montanha do Gato Sagrado (1940)

Paul Klee pintou cerca de nove mil obras, a maioria em tamanho pequeno. Grande parte delas se encontra no Museu de Belas Artes em Berna.

Paul Klee faleceu em Muralto, Suíça, no dia 29 de junho de 1940.

Se você quer explorar mais a fundo o universo das artes, experimente também ler o artigo Desvende as biografias dos 10 principais artistas do Surrealismo.

Dilva Frazão
Biblioteconomista e professora
É bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e professora do ensino fundamental.
Veja também as biografias de:
  • Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) foi um filósofo social e teórico político s...
  • Carl Gustav Jung (1875-1961) foi um psiquiatra suíço, fundador da escola da P...
  • Ferdinand de Saussure (1857-1913) foi um importante linguista suíço, estudios...
  • Daniel Bernoulli (1700-1782) foi um importante matemático, físico, fisiologis...
  • Roger Federer (1981) é um tenista suíço, um dos melhores jogadores de todos o...
  • Paracelso (1493-1541) foi um médico, alquimista e filósofo suíço. Revoluciono...
  • Leonhard Euler (1707-1783) foi um importante matemático e cientista suíço, fo...
  • Le Corbusier (1887-1965) foi um arquiteto, urbanista e pintor franco-suíço. F...
  • Romero Britto (1963) é um pintor e escultor brasileiro. Radicado em Miami, no...
  • Leonardo da Vinci (1452-1519) foi um pintor italiano. "Mona Lisa" foi uma das...