Denis Diderot

Filósofo e escritor francês

Biografia de Denis Diderot

Denis Diderot (1713-1784) foi um filósofo, escritor, tradutor e enciclopedista francês. Tomou parte do Iluminismo – movimento político - filosófico do qual resultou na Revolução Francesa.

Denis Diderot (1713-1784) nasceu em Langres, na França, no dia 5 de outubro de 1713. Estudou em um colégio jesuíta. Em 1728 foi para Paris, onde ingressou no Liceu Saint-Louis. Em 1732 recebeu o grau de mestre em Artes na Universidade de Paris.

Trabalhou inicialmente como tradutor. A primeira obra de destaque de sua carreira literária foi “Lettres Sur les Aveugles a L’Usage de Ceux qui Voiente” (Cartas Sobre os Cegos Para Uso Por Aqueles Que Veem), em que sintetiza a evolução de seu pensamento desde o deísmo até o cepticismo e o materialismo ateu. A publicação da obra resultou em sua prisão.

Denis Diderot viveu na França do século XVIII, época em que o País atravessava transformações com a revolução intelectual denominada “Iluminismo” – movimento político-filosófico que se caracterizou pela defesa dos direitos e da liberdade dos cidadãos. Os filósofos, entre eles, Voltaire, Montesquieu e Rousseau, exaltavam a razão, dizendo que ela guia o homem para a sabedoria e desprezavam toda e qualquer crença de forma religiosa. Nesse momento Paris se transformava na capital intelectual da França.

O principal instrumento de divulgação das ideias iluministas foram os livros, que se multiplicaram nesse período. Por encomenda de um livreiro Diderot foi encarregado de traduzir uma enciclopédia inglesa. Junto com Jean D’Alembert, dirigiu, reformulou, ampliou e elaborou a “Enciclopédia”, gigantesca obra de síntese do pensamento filosófico e científico destinada a apresentar um panorama dos conhecimentos humanos naquele século ávido de novidades.

As ordens religiosas se opuseram e Diderot foi preso em 1749, o que retardou o lançamento da obra. Os dois primeiros volumes da “Enciclopédia” apareceram em 1751. Atacada pela Sorbonne e pelos jesuítas, a obra foi retirada de circulação. Mas após a expulsão dos jesuítas, a Enciclopédia foi publicada regularmente, contando com a colaboração dos mais destacados pensadores do século XVIII, quer fossem filósofos, economistas, físicos, matemáticos ou naturalistas. Denis Diderot se encarregou da parte da História, da Filosofia, ofícios, artes técnicas e todos os assuntos para os quais não se encontrava redator.

Denis Diderot escreveu ainda as obras: “A Religiosa”, “O Sobrinho de Rameu”, “Jacques, o Fatalista e Seu Amo” e “As Joias Indiscreta”.

Denis Diderot faleceu em Paris, França, o dia 31 de julho de 1784. Seus restos mortais encontram-se sepultados no Panteão de Paris.

Veja também as biografias de:
  • Jean-Paul Sartre (1905-1980) foi filósofo e escritor francês. "O Ser e o Nada...
  • Montesquieu (1689-1755) foi um filósofo social e escritor francês. Foi o auto...
  • Auguste Comte (1798-1857) foi filósofo francês. Considerado o fundador do pos...
  • Michel Foucault (1926-1984) foi um filósofo que exerceu grande influência sob...
  • Voltaire (1694-1778) foi um filósofo e escritor francês, um dos grandes repre...
  • Blaise Pascal (1623-1662) foi um filósofo e físico francês, criador da Teoria...
  • John Stuart Mill (1806-1873) foi um filósofo inglês, um dos mais influentes p...
  • Pedro Abelardo (1079-1142) foi um filósofo escolástico francês, considerado u...
  • Pierre Bayle (1647-1706) foi um filósofo cético e escritor francês, pai da to...
  • René Descartes (1596-1650) foi um filósofo, físico e matemático francês. Auto...

Última atualização: 29/10/2015