Frederick Taylor

Engenheiro norte-americano

Biografia de Frederick Taylor

Frederick Taylor (1856-1915) foi um engenheiro mecânico norte-americano, considerado o pai da Administração Científica do trabalho.

Frederick Taylor (Frederick Winslow Taylor) (1856-1915) nasceu em Germantown, Filadélfia, Pensilvânia, no dia 20 de março de 1856. Filho de uma rica família de Quaker foi educado inicialmente por sua mãe Annette Emily, em seguida, passou dezoito meses na Europa, quando estudou na França e na Alemanha.

Em 1872, ingressou na Phillips Exeter Academy, em New Hampshire, Estados Unidos. Após a depressão americana de 1873, tornou-se aprendiz industrial em uma fábrica de bombas, na Filadélfia. Em 1778 ingressou na companhia de aço Midvale Steel Works, como operário. Foi promovido a chefe de equipe, depois a supervisor. Em 1883 concluiu o curso de Engenharia Mecânica, no Instituto de Tecnologia Stevens sendo promovido a engenheiro-chefe.

Em 1890, Frederick Taylor trabalhou como gerente geral e consultor em gestão para a Investment Manufacturing Company, da Filadélfia, que operava grandes fábricas de papel em Maine e em Visconsin. Em 1893 abriu sua empresa de consultoria, especializada em gestão de fábricas e custo de produção.

Frederick Taylor desenvolveu uma nova concepção de administração, suas primeiras ideias sugiram quando era supervisor da Midvale Steel, visando eliminar a prática da “restrição da produção” adotada defensivamente pelos trabalhadores. Ele defendia “um dia honesto de trabalho”, que tinha como solução, medir com a máxima precisão possível (cientificamente) os tempos necessários para a realização dos movimentos realizados pelos trabalhadores em cada processo produtivo.

Em 1898, entrou para a Bethlehem Steel, onde desenvolveu o aço de alta velocidade, junto com Maunsel White e alguns assistentes. Em 1900, na Exposição de Paris, recebeu medalha de ouro por seu processo de tratamento de ferramentas de aço de alta velocidade. Nesse mesmo ano, recebeu a medalha Elliot Cresson, do Instituto Franklin, da Filadélfia. Em 1901 deixa a Bethlehem Steel. Em 1906 recebe o Doutor Honoris Causa em Ciências pela Universidade da Pensilvânia.

Entre suas obras destacam-se “Administração de Oficinas” (1903), onde propõe a racionalização do trabalho por meio do estudo do tempo e dos movimentos, visando definir uma metodologia que deveria ser seguida por todos os trabalhadores, estabelecendo uma padronização do método e das ferramentas utilizadas, para eliminação de qualquer desperdício. Em “Principles of Scientific Management” (1911) Taylor define os cinco princípios fundamentais da Administração Científica: Princípio do planejamento, Princípio de preparo dos trabalhadores, Princípio do controle e Princípio da execução.

Frederick Taylor faleceu na Filadélfia, Pensilvânia, Estados Unidos, no dia 21 de março de 1915.

Veja também as biografias de:
  • André Rebouças (1838-1898) foi engenheiro e militar brasileiro. Planejou e co...
  • Jules Henri Fayol (1841-1925) foi um engenheiro, grande gestor e pesquisador...
  • Joaquim Cardoso (1897-1978) foi engenheiro e poeta brasileiro. Trabalhou com...
  • James Watt (1736-1819) foi um engenheiro mecânico e matemático escocês. Aperf...
  • Santiago Calatrava (1951) é um arquiteto e engenheiro espanhol, um expoente d...
  • Thomas Edison (1847-1931) foi um dos maiores inventores da humanidade. Sua ma...
  • Martin Luther King (1929-1968) foi um ativista norte americano. Lutou contra...
  • Abraham Lincoln (1809-1865) foi presidente dos Estados Unidos. Decretou a ema...
  • Edgar Allan Poe (1809-1849) foi um poeta, escritor, romancista, crítico liter...
  • Walt Disney (1901-1966) foi empresário norte-americano. Fundou a...

Última atualização: 06/01/2016