Lenin

Político russo

Biografia de Lenin

Lenin (1870-1924) foi um político revolucionário russo, principal líder da Revolução Russa de 1917 e primeiro presidente da Rússia socialista.

Lenin, pseudônimo de Vladimir Ilitch Ulianov, nasceu em Simbirsk, (atual Ulianovsk), na Rússia, no dia 22 de abril de 1870.

Juventude

Desde a adolescência conviveu com as ideologias políticas de seu irmão Alexandre Ulianov, que integrava a organização “Vontade do Povo”, em São Petersburgo.

Em 1887, a organização foi acusada de tentar assassinar o Czar Alexandre III, e Ulianov foi preso e condenado à morte. Nesse mesmo ano, Lenin mudou-se para a cidade de Kazan, onde ingressou na faculdade de Direito.

A partir de 1888, passou a se dedicar ao movimento anti-czarista, que se organizava clandestinamente em São Petersburgo. Nessa época, o regime czarista reprimia todo tipo de oposição.

A Ochrama, a “polícia política”, controlava o ensino secundário, as universidades, a imprensa e os tribunais. Milhares de pessoas eram enviadas para o exílio na Sibéria.

Depois de formado Lenin adotou a ideologia marxista e começou a estudar os problemas econômicos da Rússia, tomando por base as doutrinas de Marx e Engels.

Tornou-se advogado de trabalhadores e camponeses e inimigo do sistema judiciário russo, que em sua opinião, beneficiava as classes economicamente privilegiadas.

Em 1893, Lenin assumiu a direção do movimento marxista na capital, São Petersburgo – cidade depois rebatizada de Leningrado.

Em 1898 fundou o Partido Social Democrata Russo, que tinha por base as ideias de Marx. O partido foi desarticulado pela polícia e Lenin foi preso em 1895 e deportado para a Sibéria.

Libertado em 1900, casou-se com a jovem revolucionária deportada, Madezhda Krupskaya, sua companheira de luta que o acompanhou no exílio.

Formação do Partido Bolchevique

Depois do exílio, Lenin refugiou-se em Genebra, Munique, Londres e Paris, e se aprofundou no estudo das ideias de Marx e Engels, bem como no desenvolvimento de suas próprias teorias sobre a revolução socialista.

Em 1901, na Suíça, entrou em contato com exilados russos, entre eles o revolucionário teórico marxista, Georgi Plekhanov, com o objetivo de criar um partido social-democrata sólido.

Iniciou a publicação do Iskra “Centelha”, jornal que difundia seus ideais e centralizaria a luta do jovem “Partido Social Democrata Russo” contra o czarismo. O jornal entrava clandestinamente na Rússia.

Em 1903 a tese do partido foi discutida em um congresso realizado em Londres, mas as divergências surgidas levaram a uma divisão dentro do partido:

  • O "Partido Bolchevique", liderado por Lênin, acreditava que as mudanças na Rússia deveriam acontecer através de uma revolução imediata. A força motora da revolução seriam os operários das cidades e os camponeses mais pobres que terminariam por instalar a ditadura do proletariado.
  • O "Partido Menchevique" acreditava que o processo deveria ser mais moderado e que o proletariado deveria ajudar a burguesia a consumar uma revolução liberal que levasse à democracia, para numa segunda fase estabelecer o regime socialista.

Lenin e Trotsky

Em 1905, após a derrota na guerra contra o Japão, a fome e o descontentamento assolaram a Rússia. Para ganhar tempo, o czar promulga a Constituição e convoca eleição para o Parlamento, tornando a Rússia uma monarquia constitucional.

Os operários de Petrogrado criam um conselho próprio, “o Soviete”, sob a presidência de Trotsky, que estava ilegalmente na Rússia.

Ainda refugiado, Lenin acompanha a situação e incentiva seus partidários para que participem do Soviete.

Ao saber que o líder era Trotsky disse: “Que importa! Ele o merece por seu trabalho”. A revolução foi esmagada, mas serviu como marco inicial para a queda do regime.

Ainda em 1905, Lenin voltou para a Rússia, mas em 1907 foi preso e deportado. Em 1912, o partido bolchevique foi definitivamente constituído.

Revolução Russa de 1917

Os efeitos da Primeira Guerra Mundial desmascararam a falsa ordem constitucional da Rússia, revelando a crise da sociedade imperial. O exército tinha sofrido 3 milhões de baixas, havia 200 mil trabalhadores parados.

No começo de 1917, a burguesia liberal, apoiada pela esquerda moderada, pressionava o governo. No dia 13 de março o czar abdica. É então constituído um governo provisório de liberais e socialistas.

Lenin voltou à Rússia através da Alemanha, em um vagão blindado pelas autoridades militares alemães. Na própria estação de chegada, iniciou forte campanha contra o governo de Kerenski.

 A promessa de Lenin de “pão, paz e terra” conquistou muitos adeptos da causa Bolcheviques.

lenin
Lenin no poder

Depois de tomar o poder em novembro de 1917, Lenin passou a atacar os grupos socialistas rivais usando a polícia secreta como arma e mandou executar o czar deposto, e toda a sua família.

O novo governo enfrentou muitos problemas. Lenin foi forçado a introduzir o “Comunismo de Guerra”.  Em 1918 sofre um atentado sendo atingido por dois tiros de revolver.

Após uma guerra civil, a fim de evitar o colapso total da economia, instituiu a “Nova Política Econômica” (NEP), que reunia princípios socialistas com elementos capitalistas.

Com a ideia de estender a revolução a outras partes do mundo, em março de 1919, Lenin constituiu a Terceira Internacional, que se converteria no centro de coordenação do movimento comunista mundial.

Em 1923, depois da reconquista de várias áreas do império czarista, que haviam formado suas próprias repúblicas, foi formalmente criada a “União das Repúblicas Socialistas Soviéticas” (URSS).

Lenin faleceu em Gorki Leninskiye, Rússia, no dia 21 de janeiro de 1924. Seu corpo foi embalsamado e permanece até hoje exposto no Mausoléu da Praça Vermelha, em Moscou.

Depois de sua morte, Stalin, que teve importante papel na guerra civil, assumiu o poder e governou a União Soviética, até a sua morte, em 1953.

Veja também as biografias de:
  • Vladimir Putin (1952) é o atual presidente da Rússia, iniciou seu terceiro ma...
  • Mikhail Bakunin (1814-1876) foi um teórico político e destacado revolucionári...
  • Wassily Kandinsky (1866-1944) foi um pintor russo, um dos maiores do século X...
  • Dmitri Mendeleev (1834-1907) foi um químico russo. Organizou sua Tabela Perió...
  • Nicolau II (1868-1918) foi o último czar russo, da longa dinastia dos Romanov...
  • Tchaikovsky (1840-1893) foi um músico russo. O Lago dos Cisnes, seu primeiro...
  • Leon Tolstói (1828-1910) foi um escritor russo, autor de “Guerra e Paz", obra...
  • Fiódor Dostoiévski (1821-1881) foi escritor russo. Suas obras Os Irmãos Karam...
  • Grigori Rasputin (1869-1916) foi um monge, fanático religioso e místico russo...
  • Pedro I da Rússia ou Pedro, o Grande (1672-1725) foi um czar russo. Seu reina...

Última atualização: 10/10/2019

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.