Ulisses Pernambucano

Médico brasileiro

Biografia de Ulisses Pernambucano

Ulisses Pernambucano (1892-1943) foi um médico brasileiro. Dedicou-se à psiquiatria, neurologia e psicologia. Foi também professor do Ginásio Pernambucano e da Faculdade de Medicina. Foi diretor da Escola Normal, do Ginásio Pernambucano e do Hospital da Tamarineira, que em 1983 recebeu o nome de Hospital Psiquiátrico Ulisses Pernambucano.

Ulisses Pernambucano (1892-1943) nasceu no Recife, no dia 6 de fevereiro de 1892. Filho do desembargador José Antônio Gonçalves de Melo e de Maria da Conceição Melo. Fez seus estudos primários e secundários no Colégio Aires Gama. Foi para o Rio de Janeiro ainda adolescente. Ingressou na Faculdade de Medicina, fez residência no Hospital Nacional de Alienados, na Praia Vermelha, concluindo o curso em 1912, com apenas 20 anos de idade.

Depois de formado, voltou a Pernambuco e se estabeleceu como médico clínico na cidade de Vitória de Santo Antão. Em 1914 transferiu-se para a cidade da Lapa, no interior do Paraná. De volta ao Recife exerce ao mesmo tempo as funções de médico e professor concursado do Ginásio Pernambucano, ministrando disciplinas diversificadas como Psicologia, Lógica, e História da Filosofia.

Em 1915, casa-se com sua prima a médica Albertina Carneiro Leão. Em 1923, no governo de Sérgio Loreto, foi nomeado diretor da Escola Normal. Na sua administração a escola passou por várias modificações tanto pedagógicas como nas instalações do prédio. Permaneceu no cargo até a 1927. Em 1925 criou o Instituto de Psicologia, onde reuniu profissionais como a professora Anita Paes Barreto, que assumiu a direção para o biênio 1927- 1928, onde procurou desenvolver uma nova pedagogia na linha chamada Escola Nova.

Em 1928 assumiu a direção do Ginásio Pernambucano, onde fez várias melhorias. Em 1930 deixou a direção do Ginásio nas mãos do historiador e crítico literário Olívio Montenegro e assumiu a missão de dirigir os serviços do Hospital da Tamarineira, que em sua administração passou por um processo de restauração, tanto no aspecto físico como terapêutico.

Com grandes preocupações sociais, Ulisses passou a estudar a cultura negra. Em 1934 foi realizado o 1º Congresso de Estudos Afro-Brasileiros realizado no Recife. O Congresso foi visto com grandes reservas pelas autoridades policiais, que encaravam essas manifestações culturais como rebeliões. Em 1935 Ulisses Pernambucano foi preso, acusado de ser comunista, passou 60 dias na Casa de Detenção do Recife.

Ulisses Pernambucano foi o terceiro presidente a assumir o Sindicato dos Médicos de Pernambuco, em 1933. Na Faculdade de Medicina ocupou inicialmente a cadeira de Neuro Psiquiatria Infantil e em seguida, substituiu Gouveia de Barros na disciplina de Clínica Neurológica. Em 1936 fundou o Sanatório do Recife e a Sociedade de Neurologia, Psiquiatria e Higiene Mental do Nordeste. Em 1938 fundou a Revista de Neurobiologia.

Suas preocupações com a psicologia social o levaram a realizar estudos a respeito das condições de vida da população rural de Pernambuco, não sendo bem visto pela oligarquia usineira. Uma atmosfera de perseguição forçou sua transferência para o Rio de Janeiro.

Ulisses Pernambucano de Mello Sobrinho faleceu no Rio de janeiro, no dia 5 de dezembro de 1943. Na gestão do Secretário Estadual de Saúde Djalma Oliveira, de 1979 a 1983, o Hospital da Tamarineira Ganhou o nome de Hospital Psiquiátrico Ulisses Pernambucano.

Veja também as biografias de:
  • Carlos Chagas (1879-1934) foi um médico sanitarista e pesquisador brasileiro...
  • Adolfo Lutz (1855-1940) foi médico brasileiro, especialista em medicina tropi...
  • Manuel de Abreu (1894-1962) foi um médico brasileiro. Inventor da abreugrafia...
  • Emílio Ribas (1862-1925) foi um médico sanitarista brasileiro. Trabalhou no c...
  • Drauzio Varella (1943) é um médico cancerologista, pesquisador e escritor bra...
  • Zerbini (1912-1993) foi médico brasileiro. Realizou a primeira cirurgia de tr...
  • Osvaldo Cruz (1872-1917) foi um médico brasileiro. Sanitarista, bacteriologis...
  • Vital Brazil (1865-1950) foi um médico, sanitarista e pesquisador brasileiro...
  • Josué de Castro (1908-1974) foi médico, pesquisador e professor brasileiro. P...
  • Pedro Nava (1903-1984) foi um médico, escritor, poeta e memorialista brasilei...

Última atualização: 03/02/2015

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.