Estácio de Sá

Militar português

Biografia de Estácio de Sá

Estácio de Sá (1520-1567) foi um militar português. Lutou para expulsar os franceses da baía da Guanabara e fundou a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Estácio de Sá (1520-1567) nasceu em Coimbra, Portugal, no ano de 1520. Filho de Gonçalo Correia e Filipa de Sá. Era sobrinho de Mem de Sá, terceiro governador geral do Brasil.

Estácio de Sá desembarcou na Bahia em 1563, vindo de Portugal, trazendo reforços com o objetivo de expulsar definitivamente os franceses que ainda permaneciam na baía da Guanabara.

Em 1564, a bordo da Galé Conceição, Estácio de Sá parte de Salvador, sede do governo geral do Brasil, em direção ao sul. Foi nomeado comandante da esquadra que rumou para a baía da Guanabara, para expulsar os franceses que estavam instalados na região desde 1555.

estacio de sa
"Partida de Estácio", tela de Benedito Calixto (Palácio São Joaquim, Rio de Janeiro)

Ao chegar ao destino, foram duramente repelidos pelos índios tamoios, que eram numerosos e fizeram Estácio desistir de aportar na Guanabara. A esquadra seguiu para a Capitania de São Vicente, em busca de reforços.

Desembarcaram no porto de Santos. Os padres Manuel da Nóbrega e José de Anchieta, influentes em toda região, conseguem recrutar muita gente para reforçar a armada de Estácio.

No dia 20 de janeiro de 1565, a esquadra parte para o Rio, onde chega no começo de março. Com ela estavam nove canoas de índios e mamelucos, comandadas dos padres José de Anchieta e Gonçalo de Oliveira, que se uniram a outros índios vindos do Espírito Santo.

Fundação do Rio de Janeiro

Desembarcando na Baía da Guanabara, no dia 1 de março de 1565, Estácio inicia o trabalho de construção da cidade de “São Sebastião do Rio de Janeiro”, entre o Pão de Açúcar e o Morro de São João.

Junto ao Pão de Açúcar erguem fortificações. Hoje, na fortaleza de São João há um marco simbólico da fundação do Rio de Janeiro. Foi lá que Estácio de Sá ergueu as primeiras paliçadas para enfrentar os franceses.

No dia 6 de março de 1565 ocorre a primeira batalha, quando a vitória foi dos tamoios e dos franceses. Dias depois, em nova luta, os portugueses saem vitoriosos.

No início de 1566, José de Anchieta parte para Salvador com a missão de levar a Mem de Sá um relato da situação. Três meses depois o Padre José de Anchieta se integra à esquadra preparada por Mem de Sá para auxiliar seu sobrinho Estácio de Sá, para conquistar definitivamente o Rio de Janeiro.

Morte

Chegam ao Rio de Janeiro no dia 18 de janeiro de 1567. Os combates se acirram até a vitória portuguesa. Estácio de Sá é ferido no rosto, por uma flecha envenenada, no combate decisivo que expulsou os tamoios e os franceses.

Mem de Sá toma várias medidas administrativas, transfere o núcleo da povoação para o morro do Castelo, nomeia vereadores, tesoureiros e magistrados, concede sesmarias e doa terras para o colégio dos jesuítas.

Mas a cidade não faz festas. A saúde do militar piora a cada dia, com o rosto marcado pela infecção, até que a febre vence o Estácio de Sá. Ferido às vésperas do dia de São Sebastião, morre poucos dias antes do aniversário de fundação de sua cidade.

Estácio de Sá faleceu no Rio de Janeiro, com uma infeção causada pelo ferimento no rosto, no dia 20 de janeiro de 1567.

Última atualização: 13/04/2020

Dilva Frazão
Possui bacharelado em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.
Veja também as biografias de: