Mem de Sá

Governador Geral do Brasil

Biografia de Mem de Sá

Mem de Sá (1498-1572) foi o terceiro governador geral do Brasil. Em sua administração, os franceses foram expulsos da Guanabara, foi fundada a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro e foram formadas as primeiras missões com objetivo de catequizar os índios. Foi também, assinada pela Regente D. Catarina, viúva de D. João III, a Carta Régia de 29 de março de 1559, autorizando os senhores de engenho a mandarem vir da África até 120 escravos para cada propriedade.

Mem de Sá (1498-1572) nasceu em Coimbra, Portugal, provavelmente em 1498. Formado em Direito, foi desembargador, corregedor e nas horas vagas fazia versos. Era irmão do poeta Sá de Miranda. Em 1556, D. João III o nomeia governador geral do Brasil. Até então o que o ligava a colônia portuguesa, era uma sesmaria na Capitania de Ilhéus, que lhe fora doada em 1537, mas que ele jamais visitara.

No dia 10 de novembro de 1556, no Brasil, o comandante francês, Villegaignon desembarcava onde seria o Rio de Janeiro, com seiscentos homens. Conquistaram os índios e construíram o forte Coligny. Projetaram a fundação da França Antártica. Duarte da Costa, o segundo governador geral, não conseguira evitar essa invasão.

Mem de Sá chegou a Salvador no dia 28 de dezembro de 1557. Assumiu o governo em 3 de janeiro de 1558. Era preciso expulsar os franceses e conseguir que os índios deixassem de lutar entre si ou contra os portugueses. Combater a antropofagia era também um problema difícil. Nesse mesmo ano, a pedido do Donatário Vasco Fernandes Coutinho, Mem de Sá organiza uma expedição contra os índios do Espírito Santo. Nas lutas morre seu filho Fernão de Sá.

O apaziguamento dos índios foi resolvido em boa parte com o auxilio dos Jesuítas e com a formação das missões, que chegaram a abrigar 5 mil pessoas. Ao mesmo tempo, que os índios aprendiam os costumes cristãos, os padres conheciam a língua e os hábitos indígenas. A Companhia de Jesus passa a receber subvenção oficial.

Em 29 de março de 1559, é assinada pela Regente D. Catarina, viúva de D. João III, a Carta Régia, permitindo a importação de 120 escravos africanos, para cada senhor de engenho, permitindo criar uma agricultura de exportação. No fim do século o Brasil dominava o mercado mundial do açúcar.

Em 1560 as forças de Mem de Sá atacam e destroem a fortificação dos franceses que ainda permanecem na Guanabara. Em 1563, Estácio de Sá, sobrinho do governador geral, chega à Bahia, trazendo reforços de Portugal, para um novo ataque aos franceses. No dia 1 de março de 1565, Estácio de Sá inicia a construção da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Em 1567, ferido na batalha decisiva que expulsou os franceses, Estácio de Sá morre, no dia 20 de janeiro.

Em 1568, Mem de Sá pede a nomeação de outro governador geral para substituí-lo. Em 1570, Luís de Vasconcelos é nomeado, mas não chega a tomar posse, morre no naufrágio do navio que o conduzia à Bahia.

Mem de Sá faleceu em Salvador, Bahia, no dia 12 de março de 1572.

Veja também as biografias de:

Última atualização: 10/05/2016

Possui bacharel em Biblioteconomia pela UFPE e é professora do ensino fundamental. Desde 2008 trabalha na redação e revisão de conteúdos educativos para a web.